→ Posicionamento e Comunicação

A comunicação como ferramenta para promover negócios de TIC

O termo “tecnologia da informação e comunicação” abrange uma área responsável por definir e implementar um conjunto de métodos e técnicas que nos permite ter acesso hoje, por meio de diversos canais, a qualquer tipo de informação de forma imediata, organizada e, em grande parte, interativa. A mesma expressão acabou também, nos últimos anos, por representar um dos setores mais pujantes e dinâmicos da nova economia.

Sempre me pareceu contraditório que um segmento que tem em seu próprio nome palavras tão significativas e abrangentes como “informação” e “comunicação” apresentaria grandes desafios para se expressar e se comunicar mercadologicamente. É o que tenho percebido ao longo dos últimos dez anos ao acompanhar de perto empresas do setor tecnológico brasileiro. Esta análise se deve, em grande parte, ao perfil do empreendedor de tecnologia no Brasil, bem como do próprio cenário de negócios e investimentos que o país opera.

Técnica, sem gestão
No geral, percebemos que, desde a década de 80, os empresários fundadores de empresas de TICs no país são oriundos especialmente de universidades de engenharia, computação e tecnologia. Muitos iniciaram seus negócios na condição de pesquisadores de algum tipo de técnica ou método, outros transformaram seus trabalhos de conclusão de curso, dissertações e teses em planos de negócios e buscaram no mercado a possibilidade de aplicarem suas tecnologias.

Isso fez com que grande parte de nossas empresas deixassem em segundo plano aspectos fundamentais de qualquer negócio – como a gestão eficaz da área comercial, do marketing e da comunicação. E uma empresa orientada somente ao desenvolvimento tecnológico, sem olhar, perceber e se comunicar adequadamente com o mercado, no geral apresenta dificuldades para crescer de forma sustentável e perene. Quantas empresas ao seu lado você já viu nascerem com tecnologias fantásticas e com grande potencial, mas que morrem antes mesmo de chegar ao mercado.

Comunicação para tecnologia
Na área de comunicação institucional e corporativa são diversas as ferramentas que hoje contribuem ativamente para que produtos e serviços possam ampliar sua atuação no mercado, para que empresas possam ser lembradas como referência em seus segmentos. Há uma expressão comum no mercado que diz ser preciso não só ser bom e eficiente, mas principalmente parecer. E é o conjunto destes recursos que permitem, de forma integrada e estratégica, a criação desta percepção.

No segmento tecnológico, por exemplo, especialmente no universo B2B (business-to-business) em que empresas vendem para outras organizações, a assessoria de imprensa e comunicação é uma das mais indicadas e utilizadas. Ela contribui ativamente no reforço de imagem da empresa e de sua referência tecnológica.

Os veículos de comunicação como rádios, TVs, jornais, revistas especializadas, por exemplo, são grandes formadores de opinião tanto da sociedade como um todo, bem como do próprio público-alvo da empresa. Ter sua empresa e, principalmente, seu negócio – com produtos e serviços – expostos em publicações e programas reforçam a reputação da empresa, a fazemela ser lembrada e oferece credibilidade na sua atuação.

Alinhamento estratégico
O trabalho de relacionamento com todos os públicos e influenciadores do negócio da empresa – seja por meio da mídia ou por ferramentas como informativos, sites, redes sociais – precisa ser desenvolvido sempre alinhado com o planejamento estratégico e mercadológico do negócio. É preciso entender profundamente quem é seu cliente para se estabelecer quais as ferramentas e técnicas que serão utilizadas para que ele receba, da melhor forma, informações sobre sua empresa.

Muito mais que entender a tecnologia e seus processos, o profissional de comunicação especializado nesta área precisa estar atento ao próprio negócio da empresa, a como aquele recurso tecnológico gera benefício e valor ao seu usuário e cliente. É partindo deste desafio que todo o plano é construído para a obtenção de melhores resultados, que cada vez são mais complexos.

O advento da mídias digitais, com suas redes sociais, buscadores inteligentes, plataformas interativas e de negócios, criaram um cenário ainda mais desafiador para, especialmente, as empresas de tecnologia. Há um grande potencial de uso e já muitos casos bem sucedidos de uso das novas tecnologias de comunicação a favor do negócio da empresa.

Empreendedores comprometidos com esta visão, aliado a profissionais qualificados e especialistas para suportar essas necessidades, com negócios de tecnologia inovadores e de referência, são fórmula certa e eficaz para cada vez mais empresas brasileiras prosperarem em nosso mercado de tecnologia nacional e mundial.

Rodrigo Lóssio é jornalista, blogueiro e empreendedor. Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), especialista em Propaganda e Marketing pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) e cursa MBA em Gestão de Negócios, Mercados e Projetos Interativos pelo I-Group/FIT/Clear Educação. Empreende há sete anos negócios nas áreas de assessoria de imprensa e consultoria em comunicação para empresas de tecnologia, sendo sócio-fundador e diretor da Dialetto Comunicação Estratégica (http://dialetto.com.br), de Florianópolis. Neste período, já atendeu mais de 30 empresas, eventos e entidades do segmento. Já foi diretor de comunicação da SUCESU-SC. Mantém também o blog TI Santa Catarina (http://tisc.com.br), que valoriza iniciativas e empresas catarinenses de tecnologia.

Anúncios

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s