→ E-commerce/→ Gestão

Conheça três desafios enfrentados por pequenos negócios nas vendas online

Bom relacionamento com clientes, capacitação de equipe e experiência do consumidor estão entre os obstáculos para o ambiente digital

Quando falamos da evolução da digitalização de empresas, as que são de grande porte geralmente se sobressaem perante as pequenas e médias empresas (PMEs), principalmente, pelo maior aporte de capital financeiro capaz de gerar processos de inovação maiores em um período mais curto. Porém, a pandemia de covid-19 exigiu de todos os setores mudanças profundas. A queda nas vendas de produtos e serviços, por exemplo, colocou as PMEs em posição de destaque no processo de retomada da economia brasileira.

De acordo com projeção feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), para este ano de 2021 está previsto um aumento de 4% do Produto Interno Bruto (PIB), e nisso, pequenas e médias empresas terão um papel importante. Dados do Serasa Experian mostram que nos últimos anos as PMEs foram responsáveis por 30% do PIB. Além disso, pequenos e médios negócios geram mais da metade dos empregos formais, só no primeiro trimestre  de 2021, somam 70% dos empregos com carteira assinada no Brasil.

Diante dessas perspectivas, novas oportunidades surgem para as PMEs, o Serasa Experian ouviu 521 empreendedores e empreendedoras de pequenas e médias empresas, os resultados apontam que 38% da classe empresarial acredita que a crise abriu espaço para aprender novas modalidades de vendas, 33% acreditam que o momento está propício para empreender e inovar, e os outros 33% aproveitaram para rever parcerias e fornecedores. 

Mesmo com esse cenário promissor, a digitalização de negócios apresenta obstáculos, Ricardo Melo, gerente de Marketing da Hostgator, multinacional de hospedagem de sites e serviços para presença online, lista os principais desafios. Confira:

  1. Bom relacionamento com clientes

Com muito ou pouco planejamento, diversos empreendimentos tiveram de fazer adaptações do ambiente presencial para o digital em 2020, principalmente o setor de varejo. “Empresas de diferentes portes e segmentos migraram para o mundo digital e perceberam que podiam também, vender, e muitas vezes vender até mais do que no estabelecimento físico”, diz Melo. Para as vendas acontecerem com fluidez, é necessário identificar demandas e cultivar o bom relacionamento com os e as clientes, “não estamos falando somente de digitalizar o processo de venda, mas sim, de acompanhar os resultados conforme a geração de tráfego para que sejam feitas as melhores estratégias e as melhores ações”.

  1. Capacitação da equipe

Para obter respostas positivas nos pequenos negócios é preciso que ocorra investimento em capacitação profissional da equipe. Nesse sentido, Melo destaca que “para que a sua empresa seja competitiva é essencial manter a presença online através dos canais digitais, começando por um site e, depois, redes sociais, então, é preciso que haja conhecimento quanto ao uso das plataformas pois cada uma apresenta um nível de complexidade, e com o objetivo de auxiliar cada vez mais pessoas a HostGator oferece a HostGator Academy, uma plataforma com vários cursos focados em marketing, tecnologia e negócios”, enfatiza. 

  1. Experiência do consumidor como estratégia

A partir dos resultados de tráfego é possível também mensurar a experiência do cliente. Para PMEs interessadas em vender pela internet é primordial reforçar o foco no consumidor. “Cada pessoa é única e precisa ser tratada com prioridade e empatia”, observa Melo.  A partir disso, a tendência é de que alguns departamentos e setores de atendimento ao consumidor se tornem mais alinhados à estratégia do negócio. “As pessoas passam muito tempo conectadas na internet, tudo que acontece de bom ou ruim é postado de uma maneira veloz nas redes sociais, principalmente quando está relacionado a marca ou reputação de uma empresa”, declara Melo. “Todas as decisões empresariais devem levar em consideração as pessoas que consomem o produto ou serviço, para que dessa forma evitem ou minimizem a ocorrência de problemas”.

Sobre a HostGator

A HostGator, provedora mundial de hospedagem de sites e serviços para presença online, foi fundada em outubro de 2002 nos Estados Unidos. Conta com um escritório no Brasil, em Florianópolis (SC), há mais de dez anos. Inserida na Newfold Digital, a empresa tem forte atuação na América Latina, EUA, Índia, China e Rússia.

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s